top of page
appcod.gif
Anuncio02.png

As ameaças e as oportunidades da Inteligência Artificial no Turismo

Atualizado: 23 de jan.

POR: *ABDON BARRETTO FILHO (ABF)


                                                                                                 FOTO: *ABF | ARQUIVO PESSOAL


Diante dos estudos iniciais  sobre o desenvolvimento  do fenômeno turístico, a História vem registrando  interações entre os avanços tecnológicos e os impactos nas viagens.


Existe uma relação direta entre a melhoria contínua dos meios de transporte e os aumentos dos fluxos de visitantes.


Sabe-se que a infraestrutura turística inclui a oferta de acessos seguros que garantam o ir e vir dos visitantes.


Os acessos aéreos, rodoviários, ferroviários e marítimas determinam os sucessos ou os fracassos de muitos Destinos turísticos porque facilitam ou dificultam visitas aos seus aspectos geográficos, históricos, culturais e equipamentos.


Naturalmente, os impactos também podem prejudicar os núcleos receptores atraindo demandas indesejadas ou  excessos de visitantes.


O fenômeno turístico  influencia e é influenciado pelos avanços tecnológicos.


Antes de existir a internet, as companhias aéreas já operavam sistemas de reservas globalizados utilizando-se cabos submarinos, satélites e redes terrestres permitindo reservar e garantir embarques e desembarques em todo o planeta.


Com a chegada da rede mundial dos computadores, os custos diminuíram e as reservas via internet revolucionaram todas atividades, incluindo os transportes e as hospedagens.


Com os surgimentos dos telefones celulares, o poder da escolha fácil e rápida pelo interessado deslocou uma série de pessoas físicas e jurídicas que não perceberam as ameaças e as oportunidades das novas tecnologias.


Em 2023, a Inteligência Artificial ( IA) foi apresentada ao mundo e em 2024, está sendo discutida nos mais diversos ambientes profissionais, causando medo pelas possibilidades da substituição real do trabalho humano nas mais diversas atividades.


No caso do fenômeno turístico, os principais impactos estão na estruturação da oferta; na qualificação dos bens e/ou serviços; na promoção e divulgação dos destinos, empresas e entidades; no apoio à comercialização e no acompanhamento do desempenho.


Um novo Turismo está se apresentando e é fundamental adotarmos uma abordagem equilibrada, aproveitando ao máximo as vantagens identificadas.


Para quem trabalha no mercado do Turismo e da Hospitalidade e não quer ser substituído pela Inteligência Artificial os desafios são imensos.


O consumidor quer o melhor aqui e agora, incluindo durante os serviços utilizados nos passeios, hospedagens, eventos,  gastronomia e compras.


Um bom exemplo pode ser a elaboração   de um inventário turístico de uma cidade, que foi  trabalho árduo no século passado e que a IA pode  apresentar  em minutos.


O mesmo pode acontecer quando o visitante  quer conhecer determinado atrativo.


É óbvio que a humildade e o aperfeiçoamento contínuo devem ser incluídos no Planejamento e na Gestão de  cada empresa e entidade.


Para os produtores do Turismo, é preciso entender,  aprender, ampliar, aperfeiçoar, adaptar-se gerando  experiências positivas e inesquecíveis para todos participantes.


O novo sempre vem. Será ? Respeitam-se todas as opiniões contrárias.


São reflexões.


Podem ser úteis.


Pensem nisso.

_____________

*ABDON BARRETTO FILHO (FOTO)


Economista e Mestre em Comunicação Social 



Textos e podcasts em:



_______________________________


RÁDIO CIDADE DE GRAMADO ONLINE

                       “24H NO AR”

Para escutar acesse o SITE:

ou o APLICATIVO:

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page