top of page
appcod.gif
Anuncio02.png

Bons hábitos de higiene bucal reduzem cáries e riscos de doenças

Dia Mundial da Saúde Bucal é celebrado no dia 20 de março


FOTO: DIVULGAÇÃO

No Dia Mundial da Saúde Bucal, celebrado em 20 de março, a Secretaria Estadual da Saúde RS alerta a população para a importância dos bons hábitos de higiene bucal, alimentação saudável e visitas frequentes ao cirurgião-dentista para redução dos índices de cárie, doenças periodontais e perdas dentárias.


A data foi instituída pela Federação Dentária Internacional (FDI) e lançada oficialmente em 2007.


Neste ano, a campanha dá continuidade ao tema escolhido para o período 2021-2023 – Tenha orgulho de sua boca.


A coordenadora da divisão de Saúde Bucal da SES, Tatiana Lafin, assinala que o cuidado com os dentes, gengiva e mucosa bucal tem papel crucial na capacidade de realizar atividades diversas, como mastigar, deglutir e articular palavras.


Além disso, manter a saúde bucal em dia também melhora a autoestima e a confiança das pessoas.


“A cárie é uma doença infecciosa. É considerada a doença mais comum nos seres humanos e precisa ser controlada”, afirma Tatiana.


O controle é feito pela correta higienização dos dentes e da gengiva.


“Todas as vezes que nos alimentamos devemos escovar os dentes e, sempre que possível, usar o fio dental. Depois dos intestinos, a boca é a cavidade com o maior número de bactérias”, explica a coordenadora.


Riscos de doenças


Algumas das doenças bucais mais comuns são a periodontite e a gengivite, que ocorrem pela má higiene bucal e causam sangramento gengival.


Estão relacionadas a doenças sistêmicas, como diabetes, com interferência mútua, ou seja, a piora na saúde gengival pode aumentar a glicemia.


Além disso, doenças cardiovasculares, como ateroesclerose e endocardite bacteriana, também estão relacionadas a periodontites.


Para as gestantes, é importante realizar o pré-natal odontológico, pois a periodontite também está ligada a partos prematuros e a nascimentos de bebês com baixo peso.


O câncer bucal tem alta prevalência na população, sendo um dos tipos mais comuns.


De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Brasil está na terceira posição do ranking.


Se diagnosticado no início, há grandes chances de cura (cerca de 80%), sem deixar sequelas.


As causas são multifatoriais, como tabagismo, álcool, alimentação, má higiene bucal, traumas na boca, entre outras.


Importância da escovação


O dentista deve ensinar a forma correta de escovação, assim como recomendar a escova ideal para o paciente.


Existem vários tipos de escova no mercado e, na maioria das vezes, a orientação é usar escovas de cabeça pequena e cerdas macias.


Quanto aos enxaguatórios bucais, assim como todo medicamento, também possuem efeitos colaterais e apenas profissionais capacitados estão aptos para recomendar a utilização do produto.


Rede de Saúde


O Sistema Único de Saúde (SUS) no Rio Grande do Sul oferece atendimento em saúde bucal, desde a Atenção Primária até a Atenção Especializada.


  • Atenção Primária


Nas unidades de saúde dos municípios é feita a detecção e a resolução das necessidades odontológicas do usuário.


Quando necessário, é realizado o encaminhamento para as devidas referências para reabilitação e atendimento especializado, assim como para manutenção pós-tratamento.


A Atenção Primária também realiza ações de promoção e prevenção de saúde bucal.


Além do atendimento clínico, é realizado um trabalho de educação em saúde nas escolas e creches, por meio, por exemplo, do Programa de Saúde na Escola (PSE).


Entre as ações, são distribuídas escovas de dentes para escolas, creches, APAEs, penitenciárias e unidades de saúde.


  • Atenção Secundária


A Atenção Especializada em saúde bucal no Estado é representada pelos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) e Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias (LRPD).


O Rio Grande do Sul é um dos poucos estados brasileiros (sendo o segundo para o CEO e o primeiro para LRPD) a disponibilizar recursos específicos para esta modalidade.


Nos CEO, são realizados procedimentos de endodontia (tratamento de canal), cirurgia oral maior, periodontia (doenças de gengiva), estomatologia (câncer bucal) e atendimento a pacientes com deficiência.


Os laboratórios são responsáveis pela confecção de próteses dentárias, distribuídas por todas as regiões.


Esses serviços recebem recursos estaduais mensais para melhoria das condições de atendimento.


-> Leia todas as principais notícias e artigos da "Cidade de Gramado", acesse:




-> CIDADE DE GRAMADO ON-LINE: Para anunciar e sugestões de pauta, o contato deve ser pelo WhatsApp 51. 9. 9855. 0051.


____________________________________


NOTÍCIAS DA "TERRA DO TCHÊ"?



CONTATO/WHATSAPP: 51. 9. 9855. 0051

_____________________________________

3 visualizações0 comentário

댓글


bottom of page