appcod.gif
Anuncio02.png

O Meio e a Mensagem na Comunicação Integrada

Atualizado: 7 de mar.


*Por: Abdon Barretto Filho


A comunicação faz parte dos seres humanos desde antes da formação da sociedade e até os dias de hoje garante com que consigamos transmitir nossas ideias, desejos, necessidades e pensamentos.


A comunicação ajuda a resolver os nossos conflitos e ajuda nos entendimentos entre as pessoas.


Temos a comunicação verbal; comunicação não verbal; comunicação escrita; comunicação visual.


Os elementos da comunicação são: o emissor ou destinador: alguém que emite a mensagem; o receptor ou destinatário: a quem se destina a mensagem; o código: a maneira pela qual a mensagem se organiza; o canal de comunicação: o meio físico ou virtual, que assegura a circulação da mensagem (a voz nas ondas sonoras do rádio ou textos nos jornais, revistas, sites, portais, blogs...).


A ideia que o meio é a mensagem foi defendida pelo educador, intelectual, filósofo canadense Marshall McLuhan, que viveu entre 1911 e 1980, ao vislumbrar a internet e a cibercultura antes da situação atual em todo o Planeta.


Para o Mac Luhan, a evolução das culturas seria ditadas pelos meios de comunicação sob a forma de novas tecnologias, isto é, seriam eles (os meios) os principais responsáveis pelas transformações em nossa sociedade, o que nos move e o que impulsiona para a mudança.


Continua comentando que o meio de comunicação influencia significamente a mensagem que iremos receber, sendo assim, uma mesma mensagem é percebida por um indivíduo de formas diferentes caso ele as receba em diferentes meios.


A expressão “o meio é a mensagem” quer dizer que nós recebemos mensagens de formas diferentes dependendo de como elas nos são apresentadas, pois somos nós que influenciamos esse meio e a forma com que a mensagem será transmitida para um determinado receptor.


Nós que determinamos o meio em que a mensagem será transmitida, é a sociedade que é responsável tanto pela transmissão como a recepção de mensagens.


Os avanços tecnológicos estão cada vez mais presentes na forma como lidamos com nossas inter-relações porque a sociedade foi se transformando durante anos até evoluir para o mundo atual.


Além dos canais tradicionais de tv, rádio, jornal e revista temos a opção da internet, rede mundial dos computadores, que está absorvendo os canais tradicionais, ampliando suas respectivas coberturas atingindo mercados planetários exigindo muito mais dos comunicadores e dos gestores da Comunicação.


O termo Comunicação Integrada é bastante utilizada pelos profissionais da comunicação.


Representa o uso sistêmico e sinérgico do jornalismo, da propaganda, da publicidade e das relações públicas.


Durante diagnósticos, observa-se a marca da organização, os objetivos de marketing, objetivos da comunicação, as estratégias, o posicionamento, entre outros aspectos sobre o desempenho das empresas, entidades e governos.


Nos comunicadores sociais, durante o diagnóstico comunicacional, pode-se destacar: a imagem da organização (positiva ou negativa) perante a opinião pública; as imagens dos gestores e/ou empresários e/ou políticos perante seus públicos e a imagem dos profissionais comunicadores boa dentro das organizações.


Convém salientar, que a comunicação de empresas e entidades se apresentava como: comunicação de marketing; comunicação institucional e comunicação interna.


De uma maneira geral, comandadas por departamentos isolados e estanques, com estratégias e gestões independentes.


A Comunicação Integrada vem com a proposta de unificação dos esforços e investimentos para alcançarem melhores resultados.


Não precisa impedir que o marketing, recursos humanos, relações públicas, jornalismo, redes sociais, tenham estratégias próprias e independentes, desde que as ações no mercado sejam coordenadas.


É óbvio que a mensagem deve ser a mesma para todos os públicos e a segmentação ocorre de acordo e adequado à busca de melhores resultados.


A comunicação integrada é o mais indicado para diminuir os conflitos internos, somar habilidades, compartilhar conhecimentos, aproveitar as contribuições dos profissionais envolvidos.


São desafios profissionais para enfrentar as mudanças no mundo, no mercado, nas pessoas, nos clientes.


Será?


Respeitam-se todas as opiniões contrárias.


São reflexões.


Podem ser úteis.


Pensem nisso.


*Abdon Barretto Filho


Economista e Mestre em Comunicação Social contato@abdonbarrettofilho.com.br


Textos e podcasts em:


www.peloscaminhosdoriogrande.com.br


www.cidadedegramadoonline.com.br


www.abdonbarrettofilho.com.br


____________________________


NOTÍCIAS SOBRE GRAMADO?


ACESSE: www.cidadedegramadoonline.com.br


NOTÍCIAS SOBRE TURISMO, CULTURA, NEGÓCIOS E SERVIÇOS


DO RIO GRANDE DO SUL?


ACESSE: https://www.peloscaminhosdoriogrande.com.br/noticias


CONTATO/WHATSAPP: 51. 9. 9855. 0051

_________________________________

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo