appcod.gif
Anuncio02.png

Prefeitura de Arroio do Sal antecipa primeira parcela do 13º salário


Prefeito Affonso Flávio Angst (Bolão/FOTO): “Arroio do Sal pode pagar antes porque mantém o equilíbrio das suas contas, apesar da pandemia”.
Prefeito Affonso Flávio Angst (Bolão/FOTO): “Arroio do Sal pode pagar antes porque mantém o equilíbrio das suas contas, apesar da pandemia”.

Devido à pandemia pelo novo coronavírus, a Prefeitura Municipal de Arroio do Sal antecipa o pagamento da primeira parcela do 13º salário a todos os 469 servidores municipais ativos, cinco conselheiros tutelares, 90 aposentados e 20 pensionistas.


O pagamento foi antecipado para a sexta-feira, 14 de maio.


O prefeito Affonso Flávio Angst (Bolão) tomou a decisão diante dos desafios que muitas famílias têm enfrentado.


“Ainda que nossos servidores tenham a tranquilidade de ter o seu pagamento de salários em dia, a necessidade de isolamento social, os efeitos nas atividades comerciais e o desemprego em muitas famílias têm trazido preocupação. Arroio do Sal pode pagar antes porque mantém o equilíbrio das suas contas, apesar da pandemia”, declara Bolão.


A medida também deverá movimentar a economia da cidade, conforme afirma o secretário da Fazenda, Felipe Valim. “Mobillizamos todo um esforço entre as secretarias da Fazenda e Administração, por meio do setor de Recursos Humanos, Contabilidade e Tesouraria, para a antecipação da primeira parcela do 13º para auxiliar os nossos servidores, aposentados e pensionistas, especial para que possam comprar no comércio de Arroio do Sal, utilizar os serviços nos bairros, assim, colaborando para cada vez mais a nossa economia se reerguer”, disse o secretário, afirmando que a medida beneficiará muitos chefes de família.


A primeira parte do benefício representa 50% do salário, no caso dos servidores que estão na ativa, ou do benefício, se for aposentado ou pensionista.


Como não haverá os descontos, ela será maior do que a segunda parte do 13º salário que terá os descontos obrigatórios e será paga pela Prefeitura de Arroio do Sal em dezembro, como determina a legislação.

Foto: Divulgação.



0 visualização0 comentário