appcod.gif
Anuncio02.png

Sefas vende hospital Arcanjo São Miguel de Gramado


Conforme a Prefeitura de Gramado, o ocorrido no Hospital Arcanjo São Miguel (FOTO) não terá reflexos nos serviços prestados à comunidade.
Conforme a Prefeitura de Gramado, o ocorrido no Hospital Arcanjo São Miguel (FOTO) não terá reflexos nos serviços prestados à comunidade.

A direção da Associação Franciscana de Assistência a Saúde (Sefas), em conjunto com a Prefeitura de Gramado, anunciou, em entrevista coletiva na manhã da quinta-feira, 12 de agosto, a venda do Hospital Arcanjo São Miguel, complexo hospitalar que pertencia à Sefas e vinha sendo gerido pela prefeitura desde 2016.

A instituição de saúde foi adquirida pelo grupo Seferin & Coelho que é uma holding com ampla experiência em gestão de empreendimentos e serviços voltados ao bem-estar e à saúde.

O valor do negócio não foi divulgado em função das cláusulas de confidencialidade entre as partes envolvidas.

As negociações começaram ainda no ano passado, e o acordo foi efetivado no começo deste mês.

O hospital está sob intervenção municipal desde 2016, uma vez que a Sefas, proprietária do prédio, passava por um momento delicado em função de ter feito grandes investimentos na estrutura.

Diante disso, a Sefas encontrou dificuldades em manter com excelência o serviço, que funcionava com 50% dos atendimentos pelo SUS e outros 50% particular e convênios.

“Realizamos diversas reuniões com o prefeito a fim de dar sequência à missão franciscana em Gramado. O objetivo é efetivar a venda e repassar a gestão a esse grupo que tem expertise na área. Temos a certeza que seguirá prestando o atendimento com a qualidade que a comunidade local merece”, afirma a presidente da Sefas, irmã Acélia Schwengber.

O processo de transição no comando do Hospital Arcanjo São Miguel, entre o atual gestor, Prefeitura e o novo grupo, ocorrerá de forma planejada e gradual.

Conforme a Prefeitura de Gramado, a novidade não terá reflexos nos serviços prestados à comunidade, nas modalidades do Sistema Único de Saúde (SUS), particular ou por convênio.

Também não haverá prejuízo aos funcionários, que serão preservados.

“Chegamos como parceiros comprometidos em entregar para a comunidade de Gramado e região um serviço de excelência que atendam todas as necessidades de saúde”, afirma o sócio-diretor, Claudio Seferin.

O planejamento de ações inclui um estudo de diagnóstico para a identificação de áreas a serem aperfeiçoadas de acordo com as demandas e necessidades específicas da região.

O hospital possui 100 leitos com atendimentos em diversas especialidades e possui UTI, é o único de Gramado e referência para 20 municípios da Região das Hortênsias.

“Essa mudança consolidará o nosso plano de tornar Gramado e região um polo de referência em saúde, apto a atender a comunidade e todos os turistas que precisarem do nosso atendimento”, afirma o prefeito Nestor Tissot.

Estrutura Hospitalar

• Unidade de Terapia Intensiva – 10 leitos;

• Unidade de Terapia Intensiva Covid-19 – 8 leitos;

• Internação clínica – 41 leitos;

• Internação Cirúrgica – 33 leitos;

• Internação Pediátrica – 8 leitos;

• Total de 100 leitos

• Bloco cirúrgico com 4 salas;

• 10 leitos de recuperação anestésica

Sobre a Sefas

A Associação Franciscana de Assistência à Saúde (Sefas) foi fundada há 21 anos e é composta por religiosas da Congregação das Irmãs da Penitência e Caridade Cristã.

Possui mais de 700 colaboradores, em Santa Maria e São Paulo das Missões, com os quais compartilha o espírito franciscano ao atender, com comprometimento e dedicação, os cerca de mil pacientes que passam diariamente por seus três hospitais e duas clínicas, usufruindo de mais de 25 mil atendimentos por mês. Hoje, a Sefas gerencia o Hospital de Caridade São Paulo, em São Paulo das Missões, e em Santa Maria, o Hospital Casa de Saúde, juntamente com a UPA, o Hospital São Francisco de Assis, a Clínica Sefas e o Centro de Reabilitação Física.


Foto: Hospital Arcanjo São Miguel/Divulgação.

3 visualizações0 comentário