appcod.gif
Anuncio02.png

Câmara de Gramado busca no governador e deputados apoio para o turismo, mobilidade e saúde


Na Assembleia Legislativa, o presidente da Câmara de Gramado, vereador Professor Daniel (PT), conversou com o governador Eduardo Leite sobre a necessidade de diálogo com a comunidade no que tangem as privatizações de rodovias com pedágio no Estado (FOTO).
Na Assembleia Legislativa, o presidente da Câmara de Gramado, vereador Professor Daniel (PT), conversou com o governador Eduardo Leite sobre a necessidade de diálogo com a comunidade no que tangem as privatizações de rodovias com pedágio no Estado (FOTO).

O Poder Legislativo de Gramado esteve em Porto Alegre na quinta-feira, dia 13 de maio, a fim de entregar demandas da comunidade para a Assembleia do Estado e para o Governo do Rio Grande do Sul.


A agenda segmentou-se em três encontros descritos abaixo.

Estiveram presentes os vereadores da Frente Parlamentar: Cícero Altreiter (MDB), Neri da Farmácia (Progressistas), e Renan Sartori (MDB); além dos parlamentares Professor Daniel (PT) e Rodrigo Paim (MDB).

Secretaria Estadual de Turismo


Na primeira agenda do dia, os vereadores encontraram-se com o secretário Estadual de Turismo, Ronaldo Santini, e com a diretora de Turismo, Cláudia Mara.

A reunião aconteceu no Centro Administrativo Fernando Ferrari.

A Câmara de Vereadores de Nova Petrópolis também estava representada.


A proposta da conversa foi apresentar as demandas da Frente Parlamentar do Legislativo de Gramado – que tem como intenção ajustar diálogos com a população e sugerir melhorias para a retomada social e econômica após a Covid-19.


“O turismo foi o setor mais atingido após a pandemia, e como Gramado depende deste segmento nós fomos um dos municípios que mais sofre com a atual situação”, assinala o presidente da Frente Parlamentar, vereador Renan Sartori (MDB).


“As nossas demandas são regionais, não é algo só concentrado em Gramado”, completa o vice da Frente, parlamentar Neri da Farmácia (Progressistas).

O Legislativo apontou a necessidade, ainda, de o Governo Estadual liberar a promoção de eventos no município – e em especial a atuação de músicos em estabelecimentos, seguindo os protocolos de segurança e de higiene.


“Nós ouvimos as sugestões porque acreditamos que esta parceria com a região de Gramado é muito importante, afinal é uma das áreas que representa o segmento no Estado”, atesta o secretário do Turismo gaúcho, Ronaldo Santini.


Entre os resultados do encontro foi a confirmação de um diálogo aberto e direto com o secretário de Turismo do Estado.


Também foi confirmada a entrega de R$ 341 mil até o fim deste mês para o Plano Regional de Sinalização Turística da Região das Hortênsias.

O valor será entregue via Consulta Popular para a UCS, que será responsável por executar o trabalho.

Deputado Issur Koch


No segundo encontro do dia, a Câmara de Gramado conversou com o deputado Estadual Issur Koch (Progressistas).


A intenção também foi apresentar a Frente Parlamentar e a sua ideia de estabelecer uma associação para os Legislativos da Serra Gaúcha. “Com isso nós queremos unir forças, porque um sempre aprende com o outro”, confirma o integrante da Frente, Cícero Altreiter (MDB).


Koch propôs, ainda, uma reunião com o Executivo do Estado para tratar da demanda relativa às privatizações das rodovias pedagiadas no RS.

“A próxima concessão precisa ser muito bem ajustada, com mais segurança e organização para o motorista”, pontua o vereador Rodrigo Paim (MDB).

Governador do Estado


A terceira programação do Legislativo motivou um encontro com o governador do Estado, Eduardo Leite, na Assembleia Legislativa – após um ato de sancionamento de leis no Salão Julio de Castilhos.


O presidente da Câmara de Gramado, vereador Professor Daniel (PT), conversou com o líder do Executivo gaúcho sobre a necessidade de diálogo com a comunidade no que tangem as privatizações de rodovias com pedágio no Estado.


“Nós precisamos ouvir o que as pessoas têm a dizer sobre isso. Portanto pedimos apoio na realização de audiências de nível municipal e estadual”, sugere o vereador Professor Daniel (PT).


“Precisamos nos preocupar com este tema porque o destinatário é o mesmo: a comunidade. Se nós não dialogarmos, quem paga a conta é a população”, ressalta o governador Eduardo Leite.


A Frente Parlamentar também apresentou sua proposta de trabalho de nível macro, abarcando também os municípios vizinhos.

Foto: Paulo Vargas/Divulgação.


3 visualizações0 comentário