top of page
appcod.gif
Anuncio02.png

Depois da tempestade vem a bonança ou não?

Atualizado: 31 de mai.

Por: Abdon Barretto Filho | *ABF

  

    📸 FOTO: *ABF | ARQUIVO PESSOAL

A bonança ou não, depende da intensidade da tempestade e das ações dos seres humanos atingidos e envolvidos.


Alguns podem ter aprendido que existem variáveis incontroláveis maiores que as variáveis controláveis.


A natureza lembra que somos “ inquilinos “ no Planeta Terra.


Outros, não acreditam nas variações climáticas e nas ameaças reais à existência da vida.


Ainda existe um grupo que vai buscar no diagnóstico preciso, os dados e fatos para a prevenção da vida nas áreas urbanos e/ou rurais.


As decisões de hoje influenciam as decisões do amanhã.


As Políticas Públicas devem incluir a sustentabilidade ambiental, econômica e social.


O Planejamento não pode ficar limitado ao humor do governante influenciado pelas decisões de curto prazo.


Eles passam e as comunidades ficam.


O setor empresarial gerador de empregos, rendas e pagador de impostos, também é prejudicado quando observa a omissão e a incompetência do setor público na proteção do meio ambiente.


Acredita e realiza investimentos e gestões sustentáveis enfrentando outras variáveis incontroláveis: Clima, Política, Economia, Tecnologia e Mercado.


Será que é melhor deixar de ser empreendedor ou empresário?


A sociedade civil organizada tem o direito e o poder de fazer pressão contra os políticos enganadores cosméticos que utilizam a ignorância pluralista dos eleitores menos esclarecidos.


Nós pagamos impostos e não aceitamos intermináveis discussões entre a esquerda e a direita que ignoram a necessidade de um diagnóstico que determine o prognóstico para os próximos anos.


A Política precisa de ser mais racional e atual, diminuindo discussões ideológicas criados nos séculos passados!


O mundo mudou.


A Economia, a Geografia, a Engenharia, entre outras ciências ajudam a compreender os desafios do mundo globalizado e as opções para o bem estar da população.


No Fenômeno Turístico e sua grande importância mundial é sempre dependente dos aspectos geográficos, históricos, culturais e equipamentos e serviços do núcleo receptor.


Mas, sejamos otimistas.


Sempre.


Fazer turismo sempre tem a possibilidade de momentos felizes.


Os verbos devem ser lembrados: Transportar, visitar, alimentar, entreter, comprar e dormir fora da residência habitual.


Logo, a expectativa que depois da tempestade vem a bonança.


É um ditado popular significando que na vida humana, depois das situações ou fase complicadas, vem um tempo de sossego e felicidade.


Dias melhores virão a partir da defesa da vida, incluindo a saúde, a liberdade de ir vir, a viagem sonhada e a felicidade.


Será?


Respeitam-se todas as opiniões contrárias.


São reflexões.


Podem ser úteis.


Pensem nisso.


____________________


*ABDON BARRETTO FILHO (FOTO)


Economista e Mestre em Comunicação Social 



Textos e podcasts em:



_____________________

                                                                                                                                          

RÁDIO CIDADE DE GRAMADO ONLINE

                       “24H NO AR”

 

Para escutar acesse o SITE:

ou o APLICATIVO:

41 visualizações0 comentário

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page