appcod.gif
Anuncio02.png

Canela entrega demandas ao chefe da Casa Civil


Secretário Marcelo Savi (2º da esquerda para a direita) e o adjunto da Governança, Vitor Müller, estiveram em audiência com o secretário-chefe da Casa Civil, Artur Lemos (C).

Foto: Divulgação.



O secretário de Governança, Planejamento e Gestão de Canela, Marcelo Savi e o adjunto Vitor Müller, acompanhados do deputado estadual Carlos Búrigo e do assessor jurídico na Câmara de Vereadores, Fabiano Faes estiveram na terça-feira, 20 de abril, em audiência com o secretário-chefe da Casa Civil, Artur Lemos Júnior.

No encontro os representantes canelenses solicitaram ao secretário um estudo de forma técnica e profissional para melhorias nas rodovias estaduais da ERS 235, destacando lombadas eletrônicas nos trechos localizado entre os bairros Jardim das Fontes e Saiqui (proximidades da Escola Municipal Barão do Rio Branco); instalação de paradas de ônibus, melhor sinalização, instalação de faixa de segurança e de redutores de velocidade, no acesso ao bairro Jardim das Fontes, e entroncamento da ERS 476; acessos ao Distrito Industrial, Cervejaria do Farol, bairro São Rafael, além dos acessos da ERS 466 para a Escola Machado de Assis e Parque do Caracol.

"Sai satisfeito da reunião porque o secretário Artur Lemos nos garantiu encaminhar essas demandas a EGR e equipe que trabalha na concessão dessas rodovias . Faremos as articulações necessárias, porque a comunidade de Canela precisa dessa estrutura para utilizar as rodovias em segurança. Já registramos muitos acidentes nestes locais e muitos deles com vítimas fatais”, destacou o secretário Marcelo.

Parque do Caracol

A concessão do Parque do Caracol foi outra pauta da reunião com o secretário Artur Lemos que garantiu aos representantes canelenses e o deputado Carlos Búrigo que os anseios da comunidade canelense serão contemplados no edital.

"Ele nos disse que não deixaremos de ser contemplados com os recursos para o nosso turismo", contou Marcelo.

O secretário também protocolou ofício da classe artística canelense que se une ao movimento "SOS Escolas de Dança", que tem apoiadores em todo o Rio Grande do Sul.

Eles solicitam ao Governo do Estado para que os praticantes das mais variadas modalidades possam retornar aos espaços físicos mediante o cumprimento das medidas sanitárias e de segurança.

O pedido atende uma solicitação da vereadora Carla Reis e representantes do Studio Camila Gallas, do Studio Pasito, da Oficina da Música, do Os Rabanadas, da Tenda de Ísis e do Gazebo Cultural que estiveram reunidos com o secretário nesta semana, solicitando apoio.

O deputado Carlos Búrigo destacou que trabalha junto com as prefeitura e o governo para que se tenha as demandas e os investimentos reivindicados contemplados pelo Estado.


1 visualização0 comentário