appcod.gif
Anuncio02.png

Gramado retoma os Passeios de Agroturismo


Café Della Nonna (FOTO), da Família Foss, na Linha Bonita, integra o Tour Raízes Coloniais.
Café Della Nonna (FOTO), da Família Foss, na Linha Bonita, integra o Tour Raízes Coloniais.

O estilo de vida de descendentes de imigrantes alemães e italianos que habitam o interior da cidade é o principal atrativo do roteiro turístico Agroturismo de Gramado, que foi retomado em Gramado na quarta-feira, 14 de julho, quando ocorreu o lançamento oficial dos Roteiros de Agroturismo operados pela empresa Brocker Turismo.

Para marcar a data, a Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria do Turismo, em parceria com a Brocker Turismo, representada pela CEO do Grupo Brocker, Adriane Brocker Boeira Guimarães, reuniu a imprensa local, regional e nacional para uma coletiva no Café Della Nonna, da Família Foss, na Linha Bonita.

Entre as atrações dos Roteiros de Agroturismo de Gramado estão quatro opções com passeios pela área rural da cidade, passando por localidades que tem a presença de imigrantes italianos e alemães, e onde os turistas podem apreciar a vida colonial e as comidas e bebidas típicas da região.

São eles: o Tour no Vale, o Raízes Coloniais, o Quatrilho e o Linha Ávila.

Tour do Vale

A estrada de chão, o ar puro, a natureza, as casas coloniais e a visita às famílias italianas e alemãs proporcionam momentos inesquecíveis no vale do Quilombo, Linha 28, interior de Gramado. Junto a morros de intensa vegetação, rios e cachoeiras, passando por campos de araucárias, parreiras de kiwi e uva a bordo de uma charmosa jardineira temática, o turista passa a conhecer as belezas naturais que Gramado esconde em seu interior.

Neste passeio visitaremos a Família Marcon, onde o casal italiano Vicente e Fátima Marcon compartilham a história de seus antepassados no memorial da família, mostrando objetos que eram utilizados pelos seus pais, o plantio de milho e o manejo com os animais.

O visitante é convidado a alimentar as ovelhas com as próprias mãos.

Para finalizar esta parada, todos degustam um bom suco de uva, acompanhado de pães e geleias produzidas pelo Marcon.

O tour segue para o Alambique dos Rosas, onde a arte de produzir cachaça marca esta parte do passeio.

Quem conduz é o proprietário e produtor Romeu Rossa, que conta a história de sua família. O visitante acompanha a produção da cachaça de alambique desde a colheita da cana-de-açúcar.

Em meio a um campo, onde o verde predomina, o visitante poderá provar estas delícias.

Para finalizar nosso passeio, uma parada na Família Baretta, em uma casa centenária em estilo enxaimel, onde funcionava um salão de kerb, o visitante é recebido pelo seu proprietário Jovani Baretta, que serve um saboroso café da tarde com verdadeiros produtos coloniais recheados por bolos, pastéis, cucas, sucos e cafés.

O sanfoneiro abre a sua gaita e todos são chamados para dançar e cantar junto.

Tour Linha Ávila

A história da vida de homens e mulheres, alemães, italianos, franceses e gaúchos, que escolheram um bom lugar para viver e, através de seus costumes, mesa farta, religiosidade e empreendedorismo, transformaram a pequena cidade serrana em referência turística e cultural.

Nossa primeira parada será na Família Wagner, onde saborosos doces e geleias, produzidos pelo casal Lírio e Terezinha, ganham destaque.

A história da família, de origem alemã e italiana, é contada enquanto o turista conhece a plantação de morangos e árvores frutíferas no entorno da bela casa construída especialmente para receber visitantes.

Em época de frutas é oferecido o “colha e pague”, oportunizando ao visitante um momento único junto a natureza.

Na Cantina Nonno Giovanni, a história da imigração italiana é contada pelo casal Alcione e Marivani, em um ambiente acolhedor próximo da casa onde vivem.

A produção de vinho artesanal em estufa de fumo desativada toma a atenção dos visitantes, que conhecem a fórmula para fazer vinhos.

Queijos, salames, sucos, conservas, mel e pães caseiros são degustados e podem ser adquiridos pelos visitantes.

Para encerrar o roteiro, uma parada no Sítio Tradição.

O espaço natural e tradicionalista da cultura gaúcha em Gramado. No local o visitante encontra um pouco de tudo que faz parte da cultura gaúcha.

Aqui saborearemos um almoço delicioso, com o costelão na vala.

O local também oferece passeios e demonstrações de doma de cavalos e uma aula sobre chimarrão.

Tour O Quatrilho

Em meio a vales e riachos nas localidades de Campestre do Tigre e Tapera, onde viveram os protagonistas do livro e filme "O Quatrilho", o visitante é convidado a conhecer a história das famílias que colonizaram estas terras.

O cultivo de frutas e a produção de vinho, um moinho colonial, o cenário encantador de um mirante, a natureza e a mesa farta transformam o passeio em um momento inesquecível.

Nossa primeira parada acontece na casa da Família Lazaretti, que desde 1880 se enraizou em um pequeno espaço de terra no interior de Gramado.

Hoje, a quarta geração dá continuidade ao cultivo de videiras e à elaboração de vinho colonial e graspa.

Tendo em sua adega, onde o visitante é recebido, barris de madeira produzidos pela família.

Seguimos para o Moinho Grings, construído no final do século XIX, pelas famílias Trentin e Dal Ri.

Foram estas famílias que, alguns anos mais tarde, deram origem a uma história inusitada que virou filme: O Quatrilho.

Em 1952 a propriedade passou para a família Grings, dando continuidade com o trabalho do moinho, revitalizando-o para demanda da época, beneficiando o trigo, o milho, o centeio e o arroz, fazendo também outras atividades como agricultura e criação de animais.

Para encerrar com chave de ouro, a Família Ramm abre as portas de sua casa e convida o visitante para uma viagem ao passado, marcada por uma experiência efetiva e única.

O café típico alemão resgata através de suas receitas, a história, os sabores e a tradição da Família em um local abençoado pela natureza.

Tour Raízes Coloniais

O Tour Raízes Coloniais emociona adultos e crianças!

Um verdadeiro retorno às origens da colonização italiana no município de Gramado.

Seguindo pelas localidades de Linha Nova e Linha Bonita o visitante pode conhecer a herança cultural dos imigrantes, passada de geração em geração até os dias atuais.

A arquitetura típica, a hospitalidade e um delicioso café colonial fazem deste tour um passeio inesquecível.

Neste passeio visitaremos a Casa Centenária, construída em madeira sobre um porão de pedras (onde até hoje conservam-se vinhos, queijos e salames) conta um pouco da história de Gramado e de seus colonizadores, a Ervateira Marcon, onde é possível acompanhar de perto um processo artesanal de fabricação da erva-mate a matéria prima do chimarrão, o Museu Fioreze, onde o Sr. Nelson Fioreze orgulha-se de mostrar aos visitantes seu acervo de peças antigas que ele coleciona desde que tinha 12 anos, e o Caffe Della Nonna, onde a Família Foss recebe os visitantes em sua residência e oferece um saboroso café com pães caseiros saindo quentinhos do forno a lenha, deliciosas geleias de frutas, manteiga fresca, queijos, salames, linguiças cozidas, polenta e muito mais.


Para encerrar com chave de ouro, muita música e alegria com animação e participação para cantarmos Lá Bella Polenta e nos divertirmos com a família.

Foto: Família Foss/Divulgação.


0 visualização0 comentário